sexta-feira, 14 de agosto de 2009

Aborto


Encontrei essa crônica no site http://gravidezonline.com/, e resovi postar aqui, para a nosssa reflexão.


Certa mãe carregando nos braços um bebê, entrou num consultório médico e, diante deste, começou a lamuriar-se:– Doutor, o senhor precisa me ajudar num problema muito sério. Este meu bebê ainda não completou um ano e estou grávida de novo! Não quero filhos em tão curto espaço de tempo, mas sim num espaço grande entre um e outro.

Indaga o médico:– Muito bem… e o que a senhora quer que eu faça?

A mulher, já esperançosa, respondeu:– Desejo interromper esta gravidez e quero contar com sua ajuda.

O médico pensou alguns minutos e disse para a mulher:– Acho que tenho uma melhor opção para solucionar o problema e é menos perigoso para a senhora.

A mulher sorria, certa que o médico aceitara o seu pedido, quando o ouviu dizer:– Veja bem, minha senhora… para não ficar com dois bebês em tão curto espaço de tempo, vamos matar este que está em seus braços.Assim, o outro poderá nascer… Se o caso é matar, não há diferença para mim entre um e outro. Até porque sacrificar o que a senhora tem nos braços é mais fácil e a senhora não corre nenhum risco.

A mulher apavorou-se:– Não, doutor!!! Que horror!!! Matar uma criança, meu próprio filho, isso é loucura!!! É pecado!!!

O médico sorriu e, depois de algumas considerações, convenceu a mãe de que não existe a menor diferença entre matar uma criança ainda por nascer (mas que já vive no seio materno) e uma já crescida. O crime é exatamente o mesmo e o pecado, diante de Deus, exatamente o mesmo.

5 comentários:

Pritcila disse...

A mais pura verdade.
Concordo plenamente!

Beijos Gravidissimaa!!

Isadora Mazzoni disse...

que texto linda amiga!
tem toda a razão do mundo!
os bebÊs sao novas vidas, cheias de vontade e precisam ser respeitadas!

ruibarreto disse...

Xêrosa,

Quando soubemos que Malu estava a caminho já foi como se estivesse fora da barriga...Nossa filhinha!!!

Bjs.

AMO VOÇÊS!

ruibarreto disse...

Uma vida sob nosso cuidado!!!

Ana Paula disse...

A mais pura realidade! Lindo o texto e super claro!

BJS pra vc e pra Malu!