sexta-feira, 24 de julho de 2009

Desejos, vontades e mimos


Já é do conhecimento de todos que grávidas têm desejos. E existe no imaginário coletivo a crença de que os tais desejos devem sem supridos. Sempre respeitei muito mulheres grávidas, acho que elas devem ser cuidadas, protegidas e na medida do possível, terem seus desejos atendidos.

Há aqueles que pensam que esses desejos são frescuras, estratégias de mulheres aproveitadoras para conseguirem o que querem.

Não é bem assim.

Em defesa à minha categoria, devo esclarecer que sentimos desejos incontroláveis por determinados alimentos. De repente, me pego desejando desesperadamente algo que em condições normais eu dispensaria numa boa. Mas eu tenho uma particularidade. Não posso ouvir falar numa comida, que já a desejo. Se sinto um cheiro, mesmo que de longe, já fico com água na boca e não paro pensar e desejar até que efetivamente, coma tal coisa.

E o melhor de estar grávida, é que todos se mobilizam na tentativa de atender esses desejos. Às vezes só estou com vontade de comer algo, mas todos se comportam como se fosse mais um desejo a ser atendido (adoro isso!).

Sempre que vou visitar alguém, sou quesrionada: "Tá com vontade de comer o quê?".

Já tive até desejos duplamente a tendidos. Quando desejei mocotó, meu pai e minha sogra providenciaram, quando quis galinha cozida, minha mãe e minha sogra. Pipoca - uma vizinha e mais uma vez, minha sogra, fora os outros que foram atendidos apenas uma vez...

O pior é quando sinto desejos específicos, como um que tive essa semana. Queria comer uma cocada que eu comi uma vez num acampamento, feita por uma moça de São Sebastião do Passé. Como tenho tios e primos que moram lá, passei para eles a responsabilidade, mas como ela não teve como tal cocada chegar a té mim, aproveitei uma visita que fiz a essa tia, ontem e voltei para casa cheia de cocadas...

8 comentários:

Tassyo disse...

E aiinda teve os biscotinhos de goma.. que você num queria dividir com a galera, mais foi obrigada, 'kkk. Atoroooon !

Tassyo disse...

P.S: Faltou dizer, que vc prima, praticamente acabou com o estoque de cocadas da "muié" lá... aff ! 'kkkkk

Isadora Mazzoni disse...

hahah que delícia!!!
cocada poooode!!!!
leilaa que saudade de vcs!!!

joseane disse...

Amiga, vc heim!!!

Espero que a moça da cocada ainda as tenha em estoque para outras pessoas. kkkkkkkkkkkk

beijos e saudades

Tia Aline disse...

Euinha, ajudando o Brasil a crescer: Gerando renda (pelo menos para a quituteira!) kkk

Quem não gosta de um mimo? Diga aí?

Eu daria um dente da frente pra vc sentir desejo do meu macarrão grudento com frango-bucha que eu fazia em Feira... kkkk

Beijo triplo!!!

Raquel disse...

Atooron o periigon do desejo !

Beijos =*

Pritcila disse...

Nooossaaaaaaaa "Queria comer uma cocada que eu comi uma vez num acampamento, feita por uma moça de São Sebastião do Passé"

Essa foi de doer...kkkkkkkk
Mas pelo menos agora vc esta cheia de cocadas.. kkkkk

ruibarreto disse...

Bom!!!
Imaginem quando Leila desejou lagosta, não pude atender...afinal de contas ganho pouco...
Mas pude atender ao desejo de comer empada do shopping...isso mesmo...Tive que ir ao Paralela Shopping e aí já sabem, 6 empadas...mas...compartilhamos...

Beijos para minha Xêrosa!